A gente

26/03/2018

Mini conto escrito por Nathaly Dantas  {todos os direitos reservados}
Depois de um dia longo, peguei o celular e fui checar as mensagens que chegaram para mim e levei até um susto quando vi a sua mensagem. É... Não esperava mesmo uma mensagem sua e fico até feliz, porque não estava esperando nada e pude perceber o quão gostoso é ser surpreendida por algo.

A gente conversou muito e como as horas passam rápido quando estou com você, como me sinto bem ao falar com você, como acho incrível você querer e valorizar saber o que penso... Tentamos fugir, fugir do que a gente sente, mas como? Para quê e por que mentir para nós? Por quê? Eu não quero mais fugir. Eu quero lidar com toda essa situação de frente e sei que você também. Medo? Talvez tenhamos. Dúvida? Eu sei que não temos dúvidas a respeito do que sentimos um pelo outro. 

Você desperta sentimentos diversos em mim, como explicar? Eu tento racionalizar, mas confesso que ainda é difícil. Eu só sei que sinto. A gente sempre se encontra, se esbarra, se abraça e enlaça. A gente sempre fala, ri, conversa por longas madrugadas. A gente joga, assiste e não assiste também. A gente se olha, se vê e desabrocha. A gente discorda, concorda, respeita. A gente se encara e disfarça. A gente é a gente e ponto final. Nó na garganta por sentir saudade? Presente. Sentir seu cheiro do nada? Presente. Ver algo e lembrar na hora de você? Presente. Não sabemos se isso acontece com outras pessoas, mas com a gente aconteceu... Uma ligação que não sabemos explicar. 

Puxa... Quanta coisa não conseguimos nominar, né? E que mania temos de nominar as coisas. Sabe o que estou começando a pensar e refletir sobre? Que na maioria das vezes as melhores coisas são inomináveis. Vivemos nesse emaranhado e estamos desemaranhando devagar. Sabemos que é um caminhar e para que pressa? Vivamos o momento presente. Ah, eu amo você? Sim! É difícil... Bem, é. 

Talvez seja mais para mim que para você, mas a gente esquece disso quando estamos perto, juntos, com as mãos entrelaçadas. E é assim, exatamente assim, que queremos as nossas vidas... Entrelaçadas. Sim, entrelaçadas.


2










2 comentários:

  1. Respostas
    1. E que amor poder ler o seu comentário e tê-la aqui na nossa família AsemFim! Fico muito contente <3

      Excluir

Que tal deixar a sua opinião registrada aqui no blog?! Nós ficamos muito felizes por saber o que você pensa e pela sua visita.
Comentários passam por moderação e são sempre respondidos! Caso queira ver a resposta, ative a notificação.