Nudez da alma

31/05/2018


Oi gente, tudo bem? Estava vendo umas coisas no instagram e de repente me deparei com uma mensagem e fiquei refletindo sobre ela, no fim pensei "Vou escrever sobre isso". A mensagem dizia mais ou menos que mais íntimo que o sexo é a nudez dos sentimentos. Fiquei meditando sobre isso e notei que me tocou bastante a parte "nudez dos sentimentos" e é sobre isso que vou conversar com vocês. 

O que vamos conversar aqui não se aplica apenas a um relacionamento a dois, mas quando estava pensando a respeito, refleti sobre essa questão dentro dos relacionamentos amorosos. O que é nudez dos sentimentos? O que quer dizer nudez de alma? Sabe, num mundo onde mais parece um baile de máscaras, às vezes não é fácil deixar a alma desnuda, porque muitas vezes a sociedade, as pessoas ao redor nos fazem sentir fracos e indefesos por isso... Ser vulnerável é sinônimo de fraqueza para muitas pessoas, mas não é. A vulnerabilidade mostra o quão forte somos, fortes principalmente por estarmos nos despindo em meio a uma sociedade cebola, cheia de camadas para esconder quem realmente é. E reconhecer momentos de fraqueza não significa que você é fraco, pelo contrário, você é corajoso, tão corajoso que não só reconhece como passa a olhá-los e ver que tudo bem ter momentos assim. 

Quando nós despimos a nossa alma diante de outra pessoa, quando nós somos quem somos e de fato o nosso ser está ali, inteiro, transparente, nu, podemos assim nos conectar de maneira profunda e um penetrar no universo do outro, construindo juntos um novo universo. Talvez pareça fácil quando se lê, mas não é, requer coragem. No mundo que vivemos podemos ver o quanto é "simples" a nudez do corpo, tirar a roupa e simplesmente transar com alguém, que às vezes acabou de conhecer, o que cada vez se torna mais estreito é a nudez da alma. As pessoas estão ali entregando seus corpos uma para a outra, mas e a alma? Estão entregues? A conexão acontece entre os corpos, eles se fundem, mas e a alma? Os corpos estão ali, o momento é rico em presença corporal, mas e a presença da alma? A presença do ser inteiro? 

Às vezes a gente se sente inseguro de despir o nosso ser, pode ser por medo de se machucar ou por não querer que o outro veja as nossas cicatrizes e feridas, as nossas sombras. Mas, deixa eu te dizer uma coisa: todos nós temos sombras, todos nós corremos o risco de se machucar e machucar também - até mesmo sem nos despir, todos nós possuímos feridas e cicatrizes, não somos prontos, somos seres em construção e permanente evolução. Se você escolheu caminhar ao lado de alguém e quer viver um relacionamento verdadeiro e genuíno, não tema tirar cada peça de roupa da sua alma. Coragem não significa ausência de medo. Sabe, quando ambos despertam para isso e decidem - porque é uma decisão - viver um relacionamento baseado na nudez do ser, ambos intensificam o seu próprio processo de autoconhecimento e crescem juntos, o amor amadurece. Dizer que ama alguém não é amar apenas as partes iluminadas dela, as características que te agradam... Quando se ama alguém, se ama o todo. A luz e as trevas, o calor e o frio, o doce e o azedo que a compõe.

A intimidade entre um casal floresce diante da nudez, e essa nudez não é a do corpo... É a da alma. 


0










Nenhum comentário:

Postar um comentário

Que tal deixar a sua opinião registrada aqui no blog?! Nós ficamos muito felizes por saber o que você pensa e pela sua visita.
Comentários passam por moderação e são sempre respondidos! Caso queira ver a resposta, ative a notificação.