Bora?

20/06/2018


Mini conto escrito por Nathaly Dantas {Todos os direitos reservados}
O dia amanheceu chuvoso e estava fazendo um friozinho. Abri os olhos e me espreguicei, bocejando em seguida. Me virei e o vi dormindo, ri baixinho ao perceber que Daniel estava descoberto, porque eu tinha pego o edredom todo para mim, será que isso é novidade? Aproximei-me dele, cobrindo-o e o abracei, encaixando minha cabeça entre seu ombro e queixo. 

- Bom dia... - disse ele com uma voz sonolenta. 

- Bom dia. - sorri e beijei o pescoço dele rapidamente. - Dormiu bem? 

- Sim, mas você me deixou sem nada para me cobrir. - apertou-me contra o seu corpo, me aconchegando melhor. 

- Eu percebi. - não consegui não rir. - Não faço de propósito, você sabe. 

- Claro que eu sei, amor. - riu. - Não estou com a mínima vontade de me levantar agora que estou aquecido. - confessou. 

- O clima não ajuda. - concluí. 

- Exato, mas não é bem por isso que não quero me levantar agora. - Daniel beijou o topo de minha cabeça e ouvi a risada discreta que escapou de seus lábios. - Podemos aproveitar o dia hoje para assistir alguma coisa juntos, não acha? 

- Boa ideia! - eu disse animada. - Mas, tem que ter chocolate quente e panquecas. - e meu estômago roncou. 

- Acho que alguém já está clamando por comida. - ele disse rindo. 

- Ele sempre está. - apoiei-me no cotovelo para olhá-lo. 

- Adoro a sua juba. - falou segurando um fio do meu cabelo e rodando-o com o dedo indicador. 

- E eu adoro esse seu jeito romântico de ser. - ri, fazendo uma careta. 

- Pensei que você fosse dizer que adora isso aqui - falou apontando para a boca dele. - Tô esperando o meu beijo bafudo de bom dia. 

- Daniel! - o repreendi corando. - Ainda se atreve a comentar sobre isso... - sentei na cama ainda encarando-o. 

- Trocamos bafos matinais faz um tempo, então não precisa ficar desse jeito. Eu adoro trocar bafos com você. - riu descaradamente. 

- Se continu... - mas, ele não esperou eu terminar. Me puxou para si e me beijou de forma doce e sem pressa. 

- O que você ia dizer mesmo, Lorena? - disse com um sorriso estampado em seus olhos que refletia também em seus lábios.

- Nada... - falei num fiapo de voz. 

Nos levantamos e enquanto eu arrumava o quarto, Daniel estava preparando o café da manhã. 

- Que cheiro delicioso,  meu Deus. - eu disse ao entrar na cozinha. 

- Eu sei que sou cheiroso. - ele falou dando uma piscadinha para mim. 

- Estou falando do café e do chocolate quente. - ri, pegando os pratos e xícaras no armário. 

- Poxa... Poderia ter mentido. - sorriu, terminando de colocar a cobertura caramelada nas panquecas. 

- Você está fedendo a pelo de cachorro molhado. - abracei-o pela cintura e dei um beijo rápido em suas costas. 

- Obrigado por esse elogio, minha leoa. - pude perceber divertimento no seu tom de voz. 

- Sempre que precisar. - falei enquanto arrumava os jogos americanos na mesa e organizava as panquecas. - Você fez um monte, Dan! 

- Ah, Lena, você come por um batalhão e não quero que você fique com fome, prezo pela minha vida. - sentou à mesa e me serviu café. 

- Obrigada. - agradeci e coloquei duas panquecas no meu prato, começando a comer logo em seguida. 

- Não sei se a cobertura ficou no ponto. - Daniel disse, bebericando o café. 

- Está... - pausei, porque estava mastigando. - Uma delícia! - concluí assim que engoli, já pronta para o próximo pedaço. 

- Ainda bem que acertei. - sorriu, satisfeito. 

- Claro, com uma professora como eu para ensinar, não era para menos. - me gabei e Daniel riu. - Não entendi a risada. - falei, forçando-me a parecer ofendida. 

- Lembrei do dia que você deixou o bolo virar uma pedra no forno. - riu alto. - Você é maravilhosa, de verdade. Quem é que deixa o bolo virar pedra e ainda vai tentar partir com uma faca? - falou enquanto terminava o café e ri quando lembrei que a faca quebrou.  - Lena, estou querendo fazer uma viajem de trailer. - comentou, roubando um pedaço da minha panqueca. 

- Eu topo! Bora? - eu disse ao terminar de beber o café. 

- Bora! 

- Depois que terminarmos aqui? - sorri. 

- Depois que terminarmos aqui. - sorriu. 


0










Nenhum comentário:

Postar um comentário

Que tal deixar a sua opinião registrada aqui no blog?! Nós ficamos muito felizes por saber o que você pensa e pela sua visita.
Comentários passam por moderação e são sempre respondidos! Caso queira ver a resposta, ative a notificação.